Como a governança corporativa pode evitar demissões em massa nas empresas?

Em 2022, grandes empresas como Tesla, Netflix, Shopee e Quinto Andar demitiram centenas de funcionários de uma só vez.

As demissões em massa foram a realidade de grandes empresas ao longo de 2022, como a Tesla, Netflix, Shopee, Quinto Andar e Ebanx demitiram centenas de colaboradores.

Em meio a este cenário, a governança corporativa se mostra uma grande ferramenta para evitar casos como esses, afinal, esse conjunto de práticas ajudam a nortear a administração de uma empresa.

Em primeiro lugar, é preciso entender em que consiste a governança corporativa, se tratando de um sistema para dirigir, monitorar e incentivar empresas e corporações. Segundo o IBGC (Instituto Brasileiro de Governança Corporativa), a prática envolve relacionamentos entre sócios, diretoria, conselho de administração, órgãos de fiscalização e controle, além de outras partes interessadas.

Portanto, a governança corporativa reúne regras que a empresa deve adotar para fortalecer o negócio. Além disso, contribui para alinhar os interesses de sócios, acionistas e outros stakeholders.

Por fim, a prática ajuda a conciliar os interesses da empresa com órgãos de fiscalização e regularização. Deste modo, a companhia garante que a atuação esteja dentro da legislação vigente.

Contudo, a ferramenta vai além dos interesses dos donos do negócio, sendo também uma forma de passar aos funcionários todas as regras de funcionamento da empresa, além de deixar claro quais são os valores e boas práticas.

Por esse motivo a governança corporativa contribui para evitar demissões em massa porque o fato de os colaboradores conhecerem as normas e os valores da empresa evita o descumprimento destas regras.

Saiba mais sobre governança corporativa aqui!

Como funciona a governança corporativa?

O primeiro passo da governança corporativa é o estabelecimento de regras e a empresa precisa estipular normas que vão conduzir o comportamento de todos e as decisões.

Neste passo, as regras devem nortear inclusive as práticas da diretoria, dos sócios e até mesmo dos acionistas. Contudo, é importante ressaltar que é preciso pensar em normas para funcionários de acordo com as respectivas áreas de atuação.

Por exemplo, se existem regras específicas para prestadores de serviço ou parceiros, estabeleça e deixe tudo em um só documento, o mesmo vale para funcionários diretos. Com esta prática, é possível evitar demissões em massa por descumprimento de normas ou baixo desempenho.

Em segundo lugar, é preciso fazer auditorias para checar se as regras estão sendo cumpridas ou não. Esse passo é essencial para monitorar as ações de quem administra o negócio.

Leia também: Como realizar o monitoramento de home office sem prejudicar a privacidade do colaborador? 

Por fim, o último passo é determinar as ações que cada administrador pode fazer. Com isso, cada um saberá exatamente qual papel exercer e quais normas seguir.

Além de evitar demissões em massa, a governança corporativa ajuda a manter a transparência e a equidade na empresa, assim, a ferramenta ajuda a evitar escândalos e conflitos, valoriza a imagem da empresa e ainda atrai investidores.

Para adotar a governança corporativa de modo correto, é preciso buscar uma empresa especializada. Com uma assessoria especializada, é possível definir as regras, criar um conselho administrativo, adotar políticas de gestão de risco, fazer auditorias e gerenciar crises da melhor forma possível.

Exit Popup for WordPress
plugins premium WordPress